Quanto Ganha um Sargento do Exército?

O sargento do exército está entre as carreiras militares mais procuradas pelos jovens que iniciam nesse ramo de atuação. Para se tornar um sargento do exército é necessário vários requisitos importantes, como cursos, exames, entre outras capacitações técnicas e táticas. Mas todos esses pequenos passos de um cadete militar valem a pena em relação a remuneração de sargento.

Neste post, falaremos exatamente quanto ganha um sargento do exército brasileiro, considerando dados atualizados em 2018. Além disso, falaremos um pouco sobre a profissão de sargento, como é a rotina de trabalho, mercado de trabalho, entre outras características da profissão. Confira tudo isso a seguir e muito mais.

banner salário sargento do exercito

 

O que faz um sargento do exército?

A carreira militar é cheia de funções diferentes que variam ainda de acordo com cada cargo. No caso do sargento militar, essas funções ainda podem variar conforme o nível do profissional e seus conhecimentos técnicos. Mas de um modo geral, esses militares têm a função de cooperar com o cumprimento das decisões que são tomadas dentro do próprio exército. Nesse caso, podemos ainda definir que um sargento do exército atua como um gestor que avalia constantemente a capacitação tática e técnica dos demais militares.

Além dessa função principal, o sargento do exército terá funções que podem diferir em relação aos grupos ocupados dentro do exército, sendo eles: infantaria, combate, cavalaria, seção em viatura blindada, entre outros. Nesse caso, temos que as atividades do sargento se resumirá a atribuições pessoais, logística, comunicação social, operações, entre outras atividades desse tipo.

Para que o sargento possa executar todas essas atividades, ele precisa passar primeiramente por uma formação profissional que o prepare para esses procedimentos. Nesse caso, os cursos voltados para sargentos do exército incluem o preparo para atividades de operações, auxiliar de informações, coleta de dados, sucesso de busca, manobras da unidade, entre outras.

 

Mercado de trabalho

Os militares que atuam como sargentos do exército podem atuar nesse cargo ou ainda se especializar em outras áreas para ter mais carreiras disponíveis dentro do exército. Por exemplo, a Marinha e a Aeronáutica são dois ramos de atuação que podem ser explorados por um sargento do exército. Para isso, o militar deverá passar pelo processo seletivo que ocorre de forma interna. Caso seja aprovado para algum desses poderes das Forças Armadas, ele poderá desenvolver várias carreiras diferentes.

Além disso, no próprio exército terrestre, o sargento pode se especializar em diversos assuntos e se tornar um especialista. Há ainda as classificações de sargentos, que vão desde 3º ao 1º nível, sendo que o 3º é o nível mais baixo e o 1º é o nível mais alto no cargo de sargento do exército.

 

Característica da profissão de sargento do exército

A profissão militar é coberta de vários particularidades, o que inclui riscos, disciplina e até mesmo a restrição de alguns direitos civis. Para que você entenda mais profundamente o que os sargentos do exército se submetem em seu trabalho, confira a seguir um resumo da vida profissional desses militares:

  • Risco de vida: a carreira de militar, assim como de policiais, bombeiros e outros profissionais que atuam na segurança do país, é coberta de riscos. No caso dos sargentos do exército, esse risco ocupa toda a carreira do profissional. Nesses riscos podemos incluir danos físicos graves e morte. Já os causadores desses riscos podem ser muitos, como a rotina de treinamento, ações de guerra e até mesmo a vida profissional diária.
  • Disciplina e hierarquia: os militares de um modo geral são disciplinados e seguem rigorosamente uma hierarquia dentro das Forças Armadas. O sargento do exército também faz parte de uma hierarquia que deve obedecer aos superiores na escala hierárquica, assim como o cumprimento de todas as normas disciplinares.
  • Dedicação a carreira militar: quem atua como militar, não pode exercer outra atividade profissional. Além desse empecilho, o profissional ainda tem um prazo de vencimento para poder atuar como militar. Isso significa que depois de um determinado período, ele terá que abandonar a sua carreira militar.
  • Disponibilidade total: o sargento do exército, dentre todos os demais militares, estão sempre disponíveis para as suas atividades militares. Nesse caso, eles ficam 24 horas por dia disponíveis para o trabalho. Além disso, a sua condição geográfica também pode mudar constantemente.
  • Manutenção física: os profissionais militares precisam cuidar do próprio corpo o tempo todo. Esses cuidados incluem treinos físicos e tratamentos mentais para que eles estejam sempre preparados para o combate. Sendo assim, essa é uma grande cobrança que os sargentos do exército e os demais militares devem sempre ter, o que inclui uma rotina rigorosa de exames médicos, treinamentos físicos, testes de aptidão, entre outros itens.
  • Aperfeiçoamento de carreira: durante a carreira militar, o profissional precisa passar por diversas escolas que irão permitir a evolução do cargo militar. Além disso, esses profissionais contam com a disponibilidade de diversos cursos importantes que reúnem capacitações específicas em diversos níveis e áreas de atuação. Essa também é uma cobrança muito importante para os militares, que devem aprender sempre algo novo em sua carreira para evoluir no exército.
  • Direitos trabalhistas: a profissão militar restringe vários direitos trabalhistas da vida dos militares. Sendo assim, o sargento do exército não poderá usufruir de todos os direitos trabalhistas tidos como padrão para a sociedade. Dentre os direitos retirados dos militares estão o adicional noturno, jornada de apenas oito horas por dia, repouso semanal remunerado, horas extras, entre outros direitos.

 

Quanto ganha um sargento do exército?

Cada profissão militar possui uma remuneração que varia conforme o nível hierárquico. No caso dos sargentos do exército, há três níveis hierárquico, e por isso, existem três salários diferentes. O primeiro nível hierárquico, que é o 3º Sargento, conta com uma remuneração de R$ 3.584,00. O segundo grau hierárquico nessa cadeia, que é o de 2º Sargento, conta com a remuneração de R$ 4.445,00. Já o último grau, que é o 1º Sargento, a remuneração é de R$ 5.110,00.

Dependendo da especialização do sargento, o salário poderá ser maior. Mas essa é a base do salário atualizada em janeiro de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *