NPOR: veja como ingressar, exigências, salário e o significado

A carreira militar é repleta de desafios para quem deseja embarcar nessa jornada. Além das conquistas e dos duros treinamentos, há diversas variações entre os militares, o que corresponde a diferentes hierarquias e modalidades. Uma dessas modalidades para os militares é a preparação de oficiais da reserva, que é feito por meio do NPOR.

Neste post, falaremos sobre o NPOR, considerando todas as suas principais características, para que serve, como ingressar no NPOR, entre outras informações. Além disso, falaremos sobre o processo seletivo para quem deseja fazer parte do NPOR. Confira tudo isso a seguir e muito mais.

banner NPOR

 

O que é NPOR?

O NPOR (Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva) é um tipo de estabelecimento dedicado ao ensino e formação de oficiais que completarão o quadro da reserva do Exército Brasileiro. Nesta posição, os combatentes treinados pelo NPOR ficarão sempre no aguardo até que eles sejam solicitados para atuar de forma ativa no Exército Brasileiro. Alistamento online: https://www.alistamento.eb.mil.br/index.action

Esse núcleo preparatório foi criado através da Portaria nº 290-EME lançada em 4 de novembro de 2015, tendo sido publicada apenas em 13 de novembro de 2015 no Boletim do Exército. Também chamado de NPOR da Arma de Artilharia, esse núcleo faz parte do 28º GAC (Grupo de Artilharia de Campanha) do Exército Brasileiro. Desde o dia 1º de janeiro de 2016 o núcleo realiza orientações, planejamento e supervisão das atividades de adestramento e instrução que corresponde ao CPOR (Centro de Preparação de Oficiais da Reserva). Site oficial: http://www.eb.mil.br/web/ingresso/servico-militar/-/asset_publisher/yHiw1SWkLQY6/content/cpor-e-npor?inheritRedirect=false

Inicialmente, o NPOR foi explorado pelo CPOR de Porto Alegre, onde houveram no total 20 alunos matriculados na primeira turma de oficiais combatentes que foram treinados para ficarem na reserva. Ainda quando o curso foi iniciado, era preciso passar por um processo seletivo para que os candidatos pudessem fazer parte do NPOR.

Atualmente, isso é mantido como o padrão para que os candidatos sejam ou não aprovados para participar do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva. Nesse caso, cada candidato deve participar de um processo de seleção que considera uma série de fatores. Os pré-requisitos para essa matrícula no curso determinam que os candidatos estejam matriculados em um curso do ensino superior e façam o alistamento militar. Além desses pré-requisitos, os candidatos devem ainda atender as aptidões físicas solicitadas pelo Exército Brasileiro.

Esse é apenas o começo dos processos rigorosos solicitados aos candidatos que desejam se tornarem Oficiais da Reserva. Assim que eles são aprovados para o curso do NPOR, os candidatos passam a ser considerados Alunos. Ao longo de sua formação no curso, o candidato é submetido a várias situações diferentes que visam o desenvolvimento de habilidades psicomotoras, cognitivas e atributos relacionados a área afetiva.

Já o período de curso é dividido em duas partes diferentes, sendo que a primeira delas é chamada de PB (Período Básico) e a segunda de PFA (Período de Formação e Aplicação). A duração total do curso é estimada em 10 meses, podendo variar em alguns casos específicos. Mas em todos os casos, o curso se inicia no período básico (PB) passando depois para o período de formação e aplicação (PFA).

De forma mais simples, no primeiro período o aluno obtém sua formação de combatente do Exército Brasileiro. Só depois dessa formação que o candidato pode obter seus conhecimentos técnicos aplicados a Arma de Artilharia conforme orienta o segundo período do NPOR. Nessa fase, o aluno aprende sobre conhecimentos técnicos, específicos e várias funções que ele poderá desempenhar.

Assim que os alunos terminam com sucesso o curso NPOR, eles são considerados Aspirantes-a-oficial da Reserva da Arma de Artilharia. Caso esses militares desejem e se voluntariem, eles poderão atuar na carreira das armas por um período de até sete anos sendo chamados de acordo com a disponibilidade de vagas de forma temporária.

locais de alistamento NPOR

 

Veja como ingressar no NPOR

Como já mencionamos, o processo de seleção do NPOR é bastante rigoroso, por isso, os candidatos devem cumprir antes de qualquer coisa a uma série de pré-requisitos. Após cumprir com esses pré-requisitos os candidatos são escolhidos de acordo com os processos seletivos. Nesse caso, os candidatos devem ter primeiramente as seguintes características:

  • Ser brasileiro;
  • Ter matrícula em curso de nível superior em instituição de ensino reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação);
  • Ser do sexo masculino;
  • Ser solteiro;
  • Estar se alistando para o Serviço Militar Inicial no ano em que completa 18 anos de forma voluntária para atuar no CPOR/NPOR.

Esses são apenas os pré-requisitos. Caso o candidato atenda a todas essas características, ele será submetido a testes escritos para testar seus conhecimentos em nível secundário, testes de aptidão física de acordo com as exigências da carreira militar, exames do tipo oftalmológicos e avaliações psicológicas.

Dentre esses exames, o que mais causa dúvidas nos candidatos é em relação à aptidão física necessária para ser aprovado no NPOR. A grande vantagem desse exame é que o NPOR já tem definido os exercícios que serão solicitados aos candidatos durante o exame de aptidão física. Nesse caso, o NPOR define os seguintes exercícios e a duração de cada um deles para que os candidatos sejam aprovados no curso:

  • Corrida com tempo de duração de 12 minutos, onde o candidato deverá percorrer no mínimo 2.000 metros;
  • Flexão de braços onde o candidato deverá realizar 12 repetições;
  • Abdominal supra por um período de 5 minutos, onde o candidato precisará realizar no mínimo 20 repetições.

 

Lembrando que esse é apenas um trecho do processo seletivo dos candidatos ao curso NPOR. Há ainda a prova escrita, que é dividida da seguinte maneira:

  • Prova objetiva: nesta prova, os candidatos deverão responder questões sobre Matemática, Geografia, História e Português a nível do 3º ano do ensino médio;
  • Redação: nesta etapa, os candidatos irão elaborar uma redação de acordo com as regras do NPOR e com o tema proposto.

Se aprovado em todas essas fases obrigatórias, o candidato se tornará aluno, como mencionamos anteriormente. Mas isso também não significa que ele será aprovado automaticamente como Aspirante-a-oficial da Reserva da Arma de Artilharia. O aluno deverá ter um bom aproveitamento do que foi ensinado no curso para receber a sua formação militar.

17 respostas

  1. Olá tenho 17 anos atualmente, pode me responder quando será realizada a prova, se é no ato do alistamento ou será agendado um dia para tal ato

    1. Oi , só entra para concorrer a vaga alunos que já estão na universidade. Primeiro é feito vários exames físicos e psicólogos. A prova só é feita após.

  2. Boa noite. Meu filho pretende fazer NPOR. Ficamos na dúvida sobre os requisitos, pois atualmente ele cursa o terceiro ano do ensino médio, o que terminará até o fim do ano, e li que precisa estar matriculado em curso superior, assim esta é a nossa dúvida. Ele faz 18 anos este ano então deverá prestar serviço militar em 2020.

  3. Bom eu me alistei, e logo em seguida fui chamado para me apresentar como conscrito, em um predio aq em Manaus; depois eles me avaliaram com exames simples. E depois de tudo isso eles me entrevistaram para depois me derem um pequeno bilhete da qual me informava a data agendada para seleção do (NPOR) oque eu posso fazer na data agendata?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *