EAOAP (Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio)

A adaptação de oficiais que atuaram como apoio para a aeronáutica é ministrada pelo CIAAR (Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica) através do EAOAP (Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio). Essa é uma importante etapa para os profissionais que desejam fazer parte do grupo de apoio da aeronáutica. Mas para que isso seja possível, é necessário atender a determinados requisitos.

Neste post, falaremos sobre o EAOAP, para que ele serve, como ele é ministrado pelo CIAAR, quais são suas principais características, entre outras informações. Além disso, falaremos a seguir como ingressar no EAOAP e todos os detalhes desse processo. Confira tudo isso a seguir e muito mais.

banner CIAAR

 

O que é EAOAP?

O EAOAP (Estágio de Adaptação de Oficiais de Apoio) é o que o próprio nome já diz, um estágio destinado a adaptação de oficiais que atuarão como combatentes de apoio da aeronáutica. Esse tipo de estágio é ministrado pelo CIAAR (Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica). Por ser um tipo de adaptação à carreira militar, os limites testados vão muito além das provas teóricas. Neste curso, os alunos aprendem todos os detalhes da carreira militar através da simulação de várias situações enfrentadas ao longo do serviço militar. Site oficial: http://www2.fab.mil.br/ciaar/index.php/admissao-e-selecao?id=301

Esse tipo de adaptação é destinada às pessoas que possuem o ensino superior completo em alguma área de interesse para a aeronáutica. Atualmente, há várias áreas que podem ser de interesse da aeronáutica, tais como serviços jurídicos, psicologia, pedagogia, análise de sistemas, administração, serviço social, fisioterapia, enfermagem, ciências contábeis, jornalismo, biblioteconomia, dentre outras.

 

Como funciona o EAOAP?

Como já mencionamos, esse curso é ministrado apenas para profissionais já formados em nível superior que desejam fazer parte da equipe de apoio da aeronáutica. Nesse caso, o estágio de adaptação funciona como um curso que irá preparar esses profissionais para todas as possíveis situações vividas na carreira militar. Por isso, o estágio deve ser visto com grande rigorosidade, considerando todos os ensinamentos que esses profissionais terão que se submeterem para terminar o estágio.

Mas para que fique mais fácil de entender, podemos dividir esse estágio em três fases diferentes, sendo elas: campo geral, campo militar e campo técnico-especializado. Cada uma dessas fases têm como objetivo garantir que o profissional receba a adaptação mais adequada para atuar na carreira militar. Veja a seguir um resumo do que é ensinado em cada uma dessas fases:

  • Campo geral – no campo geral, os alunos do EAOAP devem relacionar seus conhecimentos teóricos com outros ensinamentos que permitirão aplicar a sua profissão em várias situações diferentes. Neste campo é ensinado a gestão de processos e pessoas e a ampliação de conhecimentos culturais de forma geral. Todas essas características servirão para que os estudantes consigam trabalhar sob diferentes condições culturais no país.
  • Campo militar – no campo militar, os conhecimentos são aplicados de forma mais rigorosa, considerando que essa é a fase onde o profissional aprenderá todos os detalhes da carreira militar. Neste campo, os estudantes aprendem os conhecimentos básicos aplicados a vida castrense, assim como o reconhecimento dos futuros postos de trabalho do profissional. É neste momento que o estágio enfatiza ao profissional todas os benefícios de servir a Força Aérea, proporcionando maior entusiasmo a essa carreira militar.

O campo militar também é utilizado no EAOAP como uma fase de adaptação às diferentes hierarquias aplicadas dentro da aeronáutica. Sendo assim, os estudantes passam a entender melhor os conceitos de resistência física, fundamentos éticos e a estrutura organizacional aplicada pelo COMAER (Comando da Aeronáutica).

  • Campo técnico-especializado – já no campo técnico-especializado, o profissional recebe a adaptação complementar relacionada a sua formação superior. Nesse caso, cada estudante terá uma adaptação diferente, onde eles irão ambientar suas profissionais sob condições peculiares, realizando atividades diferentes e ampliando seus conhecimentos técnicos a nível militar.

 

Como ingressar no EAOAP?

O estágio é um processo obrigatório para os profissionais que querem fazer parte da aeronáutica. Nesse caso, eles precisam ser formados em nível superior para que suas profissões sejam adaptadas a nível militar. Sendo assim, há uma série de requisitos para que os candidatos possam participar do EAOAP. Dentre os requisitos podemos destacar as seguintes características:

  • Ser brasileiro;
  • Ter idade entre 18 e 32 anos até o dia 31 de dezembro do ano em que o profissional irá realizar a sua matrícula no EAOAP;
  • Ser formado em nível Superior podendo ser na especialidade licenciatura ou bacharelado conforme as orientações do Sistema Nacional de Ensino.

 

Esses são os principais requisitos, mas eles não definem com exatidão se o profissional ingressará ao EAOAP. Nesse caso, o profissional precisa ainda se submeter a uma série de processos onde ele será avaliado sob diversas condições. Veja a seguir um resumo desses testes:

  • Prova teórica – a prova teórica é a primeira etapa do processo de admissão de candidatos ao EAOAP. Neste momento, os profissionais serão testados de acordo com cada uma das profissões requisitadas no concurso público, considerando e classificando os candidatos de acordo com seus conhecimentos;
  • Parecer da CPO (Comissão de Promoções de Oficiais) – para quem já é militar, esse é um importante processo para a adaptação a equipe de apoio da aeronáutica;
  • INSPSAU – Inspeção de Saúde sob as regras gerais aplicadas pelo CIAAR;
  • EAP – Exame de Aptidão Psicológica;
  • TACF – Teste de Avaliação de Condicionamento Físico;
  • Validação de documentos – todos os dados mencionados no momento da inscrição ao concurso público deverão ser validados para que o candidato possa se matricular no EAOAP.

Mas de uma forma mais simples, todos esses processos só poderão ser feitos pelos candidatos dentro de um período certo. Por isso, é imprescindível que os candidatos se atenham ao prazo de inscrição do concurso público, pois esse tipo de convocação ocorre poucas vezes no ano. Além disso, é importante que os candidatos leiam atentamente o edital do concurso para saber se suas profissões foram solicitadas no concurso lançado.Lembrando ainda que o candidato deve sempre cumprir com os requisitos para se inscrever no concurso. Do contrário, a sua inscrição será anulada no momento de validação dos documentos o que comprometerá a sua matrícula no EAOAP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *